PEREGRINAÇÃO JUBILAR

Respondendo positivamente ao convite do Papa Francisco, o Colégio de São Teotónio, realizou no passado dia 17 de março, 5ªfeira, com o Colégio São José, a peregrinação jubilar no Ano Santo da Misericórdia.

O Senhor Bispo de Coimbra, D. Virgílio reforçara o convite, ao dizer: “convido todos os organismos […] a incluírem no seu plano de atividades a peregrinação jubilar e a proporem-na aos seus membros, para que a iniciativa da Igreja Universal possa chegar ao coração de todos”. E assim, “todos possam experimentar a misericórdia de Deus atuante nas suas vidas”.

Esta iniciativa envolveu todos os alunos do ensino básico e secundário bem como todos os docentes e vários outros elementos da comunidade educativa.

O programa proposto foi organizado integrando o seguinte percurso e horários:

9h00 – Saída do Colégio em direção à Igreja de Santa Cruz - pela Rua do Brasil, Avenida Emídio Navarro, Rua Ferreira Borges e Rua Visconde da Luz - santuário da misericórdia, para breve celebração (o perdão e a reconciliação);

10h15 – Saída em direção à Sé Velha (Rua Visconde da Luz, Rua Ferreira Borges, Rua Arco de Almedina, Rua Quebra Costas e Largo da Sé Velha);

10h45 – Celebração na Sé Velha, santuário de Santa Maria Mãe de Misericórdia (um louvor à Virgem, Mãe de Jesus, o rosto da Misericórdia do Pai)

11h15 – Rumo à Sé Nova (Rua Borges Carneiro, Largo Dr. José Rodrigues e Largo Feira dos Estudantes).

11h30 – Chegados à Sé Nova, passagem pela Porta Santa e celebração da Eucaristia com o Senhor Bispo.

Terminada a celebração na Sé Nova, pelas 13h00, regressaram os peregrinos às suas respetivas Escolas.

Uma experiência diferente, inesquecível, não só pela cuidada preparação litúrgica dos vários momentos e na qual os alunos participaram ativa e intensamente, de modo particular nos cânticos e interpretação instrumental – saliente-se o excelente contributo dos alunos do Ensino Artístico da Música da Escola de Música São Teotónio -, mas sobretudo na vivência da peregrinação como “sinal do caminho que cada pessoa realiza na sua existência” . Na convicção de que a “a própria misericórdia é uma meta a alcançar que exige empenho e sacrifício” , a peregrinação constituiu estímulo à conversão e atravessar a Porta Santa convite a deixar-se abraçar pela misericórdia de Deus.

O Senhor Bispo durante a celebração da Eucaristia explicou o sentido da misericórdia e exortou os adolescentes e jovens estudantes a aprofundarem nas suas vidas e nos seus contextos a vivência da mesma.

A alegria, a serenidade e o clima de oração tornaram visível o desejo de tornar mais forte e eficaz o testemunho das centenas de jovens que se dispuseram a peregrinar.


Outros conteúdos

selo 2023 2024