Mais um Galardão - Colégio de São Teotónio hasteou Bandeira Verde 2016

 Há já nove anos que o Colégio de São Teotónio integra com reconhecido mérito o Programa Eco-Escolas, hoje presente em 64 países e envolvendo mais de 49.000 escolas em todo o mundo. Distinguido anualmente com o Galardão atribuído às Eco-Escolas cuja qualidade do trabalho desenvolvido no âmbito da educação ambiental e da sustentabilidade, é reconhecida, foi submetido a auditoria externa já por duas vezes, tendo alcançado, também aí, nível de excelência.

No Dia Nacional Bandeiras Verdes, em Aveiro, a 30 de setembro, o Colégio, presente com uma representação constituída por 8 elementos, integrou o programa do dia na Eco-Mostra, dinamizando uma Oficina (ReAge). Este grupo pode ainda usufruir de atividades diversificadas de carácter lúdico e pedagógico, tendo de seguida recebido a nova Bandeira Verde.

O compromisso de cidadania ativa concreta e universal, a perspetiva do cuidar da “Casa comum”, a promoção da sustentabilidade, o espírito empreendedor, são dimensões que integram o projeto educativo da nossa Escola pelo que este Programa tem tido expressão em variadas iniciativas e projetos abrangendo todos os setores da Instituição.

Foi pois com elevado sentido de responsabilidade e renovado entusiasmo para o ano letivo 2016-2017 que a toda a comunidade educativa do Colégio São Teotónio, no dia 7 de outubro, se reuniu em clima festivo, para hastear a nova Bandeira Verde! Pelas 10h20, após uma breves palavras de enquadramento pela profª coordenadora do Programa, no principal recinto de acesso ao Colégio, ao som da interpretação de "Pomp & Circunstance" de Edward Elgar pela Orquestra da Escola de Música São Teotónio, constituída por cerca de 40 jovens, sob a direção do professor Alexandre Madeira, foi hasteada a Bandeira Verde 2016. Congregando toda a comunidade educativa, são os mais jovens, desde o Jardim de Infância ao Ensino Secundário, os principais protagonistas desta ocasião única em cada ano escolar e assim, os delegados de turma do 1º ano e do 12º ano, em união de forças, hastearam a nova BV.

Para o presente ano letivo, o CST  tem já definidas algumas áreas de intervenção a incluir no Plano de Ação: aos temas base água, resíduos, energia, associam-se temas complementares como agricultura biológica, biodiversidade e alterações climáticas, destacando-se os temas do ano selecionados Alimentação Saudável e Sustentável, Espaços Exteriores e Geodiversidade. Entre várias iniciativas globais ou de ano/turma que concretizarão estes temas, são de mencionar: a participação em concursos e projetos promovidos a nível nacional pela ABAE, a realização de iniciativas em parceria/colaboração com alguns departamentos da FCTUC, com Centros de Saúde e com a Escola Superior Agrária, e a participação em projetos de reconhecida qualidade no âmbito da literacia científica e educação ambiental como o Ciência na Escola e a rede de Clubes Ciência Viva. Uma horta biológica e a dinamização da “Floresta Encantada”, espaços do nosso CST, serão apostas a reforçar. Destaque-se o projeto de identificação das espécies vegetais do recinto da Escola sob orientação científica do professor doutor Jorge Paiva. As eco-brigadas, constituídas por alunos do ensino básico, atuam diariamente de forma organizada, nos tempos de recreio, responsabilizando-se por manter mais limpos os espaços comuns e zelar pelo bom uso de bens como a água, a luz e o papel. Também a Associação de Pais manterá a disponibilidade para a dinamização de sessões de formação no âmbito das Energias alternativas, Saúde e Hábitos Saudáveis de Consumo. Em corresponsabilidade e abertura às necessidades do Meio, se iniciam e consolidam boas práticas ambientais e se formam cidadãos intervenientes – Juntos, preparamos o futuro, na Escola da nossa escolha, o CST!


Outros conteúdos

selo 2023 2024